Homem e máquina Homem e máquina

Descobre um universo sinistro onde a tecnologia tomou o comando.

 
 
Triangle Circle Shapes
Square Cross Shapes

SOMA

  • PS4
  • Lançamento: Já à venda
  • Género: Terror
  • Editor: Frictional Games
  • Programador: Frictional Games

    Inteligência artificial

    Os limites da ciência

    Game characters

    Inteligência artificial

    Os limites da ciência

    Explora um mundo sinistro de tecnologia avançada, onde nada é totalmente como parece. Abre caminho através de um laboratório abandonado com estranhas e confusas máquinas humanas. Descobre os segredos por detrás destes misteriosos acontecimentos e procura uma forma de escapar, evitando histéricas sentinelas mecânicas.

    O roubo e a astúcia são as tuas ferramentas de sobrevivência - avança com cuidado e descobre o que realmente significa ser humano.

    • 1080p

      1080p

    • Jogadores

      1 Jogadores

    • Funcionalidade de vibração

      Funcionalidade de vibração

    •  
    •  
     
     

    Atmosfera inquietante...

    Vídeos e imagens

     
     

    O diretor criativo Thomas Grip revela tudo

    Cinco coisas que talvez não saibas sobre o SOMA

    Podes questionar a tua existência

    O terror existencial está na ordem do dia no SOMA. Enquanto começa com táticas de medo, o jogo passa a ser cada vez mais perturbador à medida que avanças. Não irás apenas sentir o pavor crescente das situações de vida ou morte, mas também a natureza da tua consciência.

    “A maioria das pessoas apenas presume que os outros também têm experiências subjetivas porque são constituídos pelo mesmo que nós e agem dessa forma”, explica Grip. “Mas e se alguém ou algo agir como se estivessem conscientes, mas não fossem constituídos pelo mesmo que nós – como um robot?

    “Quanto mais pensas nisso, mais estranho e assustador fica e isso é o que queremos explorar. Queremos que o jogador enfrente estes temas de frente através de elementos como encontros de criaturas, puzzles e várias escolhas que têm de tomar.”

    soma-two-column-05-ps4-eu-24sep15

    O jogo é tão assustador que fez com que o seu criador entrasse em pânico

    Não é fácil que te assustes com a tua própria criação uma vez que sabes tudo sobre o mesmo. Mas o SOMA conseguiu apanhar Grip de surpresa algumas vezes, o que é um bom sinal para quem busca uma experiência arrepiante.

    “Por vezes, o Al agia de formas que não previ e esgueirava-se por trás de mim quando estava a testar, fazendo com que ficasse em choque”, refere Grip. “Outras vezes, considerei alguns dos eventos do jogo num novo foco, o que resultava em algumas descobertas perturbadoras. Lembro-me de uma vez que estava a conversar com uma personagem que não era um jogador, ocorreu-me então como a sua situação era horrível, de uma forma que nunca tinha imaginado, o que fez com que tivesse calafrios na espinha.”

    soma-two-column-06-ps4-eu-24sep15

    Os jogos favoritos do criador são também os teus favoritos

    Os jogos de terror da era da PlayStation 2 foi uma grande influência para a criação do SOMA, de acordo com Grip: “A PS2 teve vários jogos de terror brilhantes como Silent Hill 2, Fatal Frame e Forbidden Siren. Todos estes jogos tiveram uma grande influência em como preparámos o terror nos nossos jogos.”

    soma-two-column-07-ps4-eu-24sep15

    A redação do jogo é uma parte fundamental

    Alguns jogos de terror são criados onde a história é formada em torno de medos específicos ou encenações do design do jogo. Não tanto com o SOMA. “A redação e o design acompanharam-se lado a lado desde o início”, refere Grip. “Não podes apenas atirar um par de sequências não relacionadas para o jogador. Tens de ter um desenvolvimento adequado, motivação, história e assim por diante. E mais importante do que isso, é necessário que esteja tudo baseado em torno do jogador que o joga. Agora que está tudo feito não parece tão complicado, mas para chegar lá foi necessário um enorme esforço.

    “Tivemos de alterar a redação para complementar a jogabilidade e vice-versa. Por vezes pode ser um processo bastante confuso, mas penso que vale a pena no final.”

    O SOMA prova que a PS4 é tão importante para os criadores assim como os jogadores

    “Quisemos fazer um jogo de consola e a PS4 pareceu ser a melhor escolha uma vez que parecia ser fácil trabalhar com a Sony”, explica Grip. “Entrámos em contacto e tudo começou a rodar quase imediatamente. A PS4 é bastante semelhante a como funciona um PC, portanto foi bastante simples para nós a sua implementação e arranque.

    “Enquanto criadores para PC, é fantástico conseguir conceber uma configuração de um sistema específico. Uma vez que funcione bem no teu equipamento de teste, sabes que todos os jogadores terão uma experiência confortável, algo que nem sempre é o caso no desenvolvimento para PC. Foi um prazer trabalhar com a Sony.”