O teu guia de sobrevivência para o perigoso mundo de Days Gone

Como sobreviver aos terrores que te esperam na fronteira pós-apocalíptica deste exclusivo da PS4. 

 
 

1. Conhece os freakers

Os mutantes assassinos que vagueiam pela América moderna, devastada pela pandemia

A pandemia que atingiu o país transformou alguns dos seus habitantes em monstros selvagens que agem por puro instinto. Estas novas criaturas emergiram como predadores dominantes no já de si hostil noroeste dos EUA. Os sobreviventes da epidemia viral chamam-lhes freakers.

A espécie divide-se em várias estirpes, cada uma apresentando desafios únicos, o que torna os freakers os mais perigosos inimigos que podes enfrentar na floresta. No entanto, não são invencíveis. Como todos os seres vivos, têm pontos fracos que podem ser explorados.

Bandalhos

Raramente encontras este tipo de freaker sozinho. Infelizmente para ti, eles preferem mover-se em grupos de entre cinco e 20 sujeitos.  Eles investigam quaisquer ruídos que possa haver perto deles e atacam caso te detetem, rodeando-te rapidamente e bloqueando quaisquer fugas possíveis.

Guia de sobrevivência: Se preferires fugir, procura arbustos, agacha-te e fica escondido até o grupo se afastar. Se preferires ser furtivo, atira pedras para os atraíres um a um, separando-os do grupo, e, depois, aproxima-te sorrateiramente por trás deles para fazeres um abate furtivo. Os bandalhos que vão ser atraídos pelo som aparecem destacados ao longo do arco formado quando vais a atirar uma pedra.

Estás bem armado e confiante? Atira um molotov ao bando e começa a disparar, aproveita tanto as balas como o fogo para reduzires os números deles quando começarem a atacar. Muda para o combate corpo a corpo para eliminar os restantes.

Esganiçadas

Esta estirpe de freakers é única, porque, ao contrário de outros tipos, os seus espécimes estão quase sempre isolados. Ainda assim, aquilo que representam é razão para alarme: um sistema de alerta para os freakers que vive e respira. Se te detetarem, libertam um rugido aterrorizante que atrai até ti todos os bandalhos nas redondezas.

Guia de sobrevivência: Se estiveres próximo de uma esganiçada ao ponto de ela te detetar, então estás demasiado próximo para evitar o que se segue: o seu grito ensurdecedor vai imobilizar-te durante preciosos segundos — o tempo necessário para os bandalhos chegarem. Trata das esganiçadas assim que as vires, senão os teus problemas vão multiplicar-se mais depressa do que poderás aguentar. 

Pálidos

As estirpes de freakers continuam em mutação à medida que avanças no jogo. Os pálidos são apenas uma dessas evoluções. Facilmente reconhecíveis devido à sua pele pálida, são tão rápidos quanto os bandalhos, mas absorvem muito mais danos — até tiros na cabeça — antes de caírem. Porém, tal como os seus primos mais fracos, podes ter o azar de encontrar estas monstruosidades em grupo.  

Guia de sobrevivência: Aproveita o sistema de melhorias do jogo e as árvores de habilidades do Deacon. Ao melhorares a visão de sobrevivência, podes abrandar o tempo por períodos maiores, o que te permite acertar mais tiros na cabeça. Se desbloqueares armas melhores, terás mais poder de paragem e carregadores maiores para causar mais danos. Podes até usar a tua mota como uma arma de alta velocidade ao aumentar a sua durabilidade, para poderes abalroar e matar pálidos, mas atenção que, depois, vais precisar de a reparar.

Brutos

São os brutamontes das estirpes de freakers. Os sobreviventes suspeitam que estes agressores musculados sejam o resultado de atletas e lutadores de grande força muscular a sucumbirem face ao vírus. Independentemente da sua origem, eles são os gigantes da espécie. E com uma força bruta vem também uma grande intrepidez: os brutos vão tentar chegar ao pé de ti para te poderem espancar incessantemente até morreres.

Guia de sobrevivência: Os molotovs funcionam como multiplicadores de danos, por isso, pega fogo a um bruto à distância e começa a disparar para lhe retirares saúde. Se deixares um bruto aproximar-se, rebola para te esquivares dos seus ataques, mas não te esqueças: rebolar consome energia, o que reduz a tua capacidade para ganhar alguma distância.

Tal como todas as criaturas do jogo, os brutos atacam outros tipos de inimigos, por isso, leva estes muros ambulantes para ao pé de outras criaturas e deixa que essas ajudas inesperadas os enfraqueçam antes de desferires o golpe final.

Hordas

Estas enormes multidões de freakers — que vão de 50 a 500 sujeitos, à vontade — são talvez o maior desafio que podes enfrentar na floresta. São uma ameaça extraordinária, mesmo para freakers, e são movidos por uma consciência coletiva, agindo como se fossem uma só entidade. Há 40 hordas espalhadas pelo mundo de Days Gone, cada uma com os seus próprios locais habituais e padrões migratórios, a vaguear entre fontes de alimento e de água.

Guia de sobrevivência: Tens de estar bem armado e bem preparado para pensar sequer em enfrentar uma horda — num instante podes ser assoberbado pela sua superioridade numérica. Estudar atentamente os locais frequentados pelas hordas e usá-los a teu favor é vital para conseguir delinear uma estratégia para eliminar permanentemente estas terríveis ameaças. Coloca armadilhas, estuda os caminhos e aperfeiçoa a tua pontaria. 

 
 

2. Atenção à vida selvagem

Nativos de quatro patas do Centro de Oregon que querem fazer de ti refeição

A cadeia alimentar mudou. Em Days Gone, os humanos já não são o principal predador do mundo, e os carnívoros da natureza estão a reafirmar a sua dominância.  A atravessar os vales e as montanhas do mundo aberto do jogo, há predadores de dentes aguçados prontos para proteger o seu território ou para percorrer a floresta em busca de carne fresca. 

E os temíveis residentes de Oregon não são imunes à devastação da pandemia: as versões infetadas dos lobos e dos ursos também assombram a imensa floresta. A agressividade elevada e o aspeto sinistro destas mutações dão azo a confrontos arrepiantes.

Ursos | Raivosos

A Bend Studio observou a verdadeira vida selvagem do Centro de Oregon para determinar com que tipo de animais te cruzarias na floresta. Esta busca pela autenticidade significa que, durante o teu tempo na estrada, vais enfrentar ursos-negros enormes e agressivos que te vão querer roer como um brinquedo. A sua variante infetada, os raivosos, é identificável pelo arame-farpado emaranhado no pelo. 

Guia de sobrevivência: O combate a curtas distâncias não é uma opção, a não ser que queiras ser desfeito em pedaços. Como em qualquer confronto, usa o ambiente à tua volta a teu favor. Se tiveres munições, recorre aos telhados e dispara na segurança de um local mais elevado. Se estiveres perto de uma bomba de gasolina, faz com que o urso te siga para perto de depósitos de combustível e rebenta com eles assim que o urso lá chegar, para lhe infligir imensos danos.

Lobos | Corredores

Estes caçadores velozes e fatais percorrem os vastos espaços abertos em alcateias. Se tiveres sorte, ainda ouves o eco de um uivo à distância, a avisar-te de que o ágil canídeo está à espreita e de que te deves preparar para um ataque. Mesmo que estejas alerta, o ataque vai ser rápido, com toda a alcateia a materializar-se repentinamente em teu redor, pronta para investir. Os lobos infetados são conhecidos como corredores. São maiores e têm falhas no pelo. 

Guia de sobrevivência: Os lobos conseguem acompanhar a tua mota, por isso, direciona-a para um caminho desimpedido, começa a disparar enquanto conduzes, para ver se os afugentas, e reza para que eles se cansem antes de ficares sem combustível. Caso tenhas pouca gasolina, procura um local onde possas encostar-te a uma parede, para não te rodearem, e, depois, prepara uma caçadeira ou outra arma que possa infligir danos numa área considerável. 

 
 

3. Cuidado com os humanos

Nem todos os sobreviventes são amigáveis

Tem cuidado com os estranhos. Os acampamentos de sobreviventes amigáveis, onde as comunidades trabalham em conjunto e veem a ajuda exterior como uma oportunidade para construir lares mais seguros, são raros no mundo de Days Gone. 

A maioria dos homens e mulheres que vais encontrar na estrada — ou fora dela — estão mais do que dispostos a assaltar-te, derrubar-te da mota com emboscadas ou simplesmente abater-te a tiro. Afinal de contas, podes estar a transportar provisões de que eles precisam. Mais vale sobreviverem eles do que tu. Na floresta, é a lei do mais forte. 

Rippers

Fanáticos de uma seita que venera os freakers. Têm algumas das armas de combate corpo a corpo mais mortíferas do jogo, cabendo-te a ti decidir se vale a pena enfrentá-los para pilhar os seus bens. Mas tem cuidado: apesar de não terem muita armadura, estão determinados a eliminar todos os humanos do planeta. Alguns rippers mais poderosos podem rebentar um molotov no peito e correr na tua direção, na esperança de te levar para as chamas com eles.

Guia de sobrevivência: Os rippers atiram molotovs à distância e tentam flanquear-te ou atingir-te com armas de combate corpo a corpo.  Podes conseguir reforços inesperados através do ecossistema do jogo e da crença da seita. Se vires um grupo de bandalhos nas redondezas, atrai-os e esconde-te. Os rippers recusam-se a atacar freakers. Em vez disso, juntam-se e entoam cânticos, deixando que o bando se aproxime.

Emboscadas

A maioria dos sobreviventes não amigáveis e não rippers são conhecidos como saqueadores, mas há grupos que são conhecidos por fazerem emboscadas, tornando as estradas ainda mais perigosas durante o dia. Eles atacam quando menos esperas. Uma corda bem escondida pode derrubar-te da tua mota, tal como um sniper numa posição vantajosa pode ter-te na mira enquanto estás de passagem. Eles cobrem as estradas próximas das suas casas e vivem em campos altamente fortificados.

Guia de sobrevivência: Eliminar um campo de emboscada implica grandes riscos, mas também grandes recompensas. Ao venceres estes combates épicos, reduzes o número de emboscadas na respetiva zona e abres o búnquer do campo: um local escondido e repleto de recompensas únicas. O plano e os desafios de cada campo são distintos, apresentando-te quebra-cabeças únicos e cheios de ação, cuja resolução requer habilidade e inteligência.

 
 

4. Cuida do teu equipamento

Usa a tua mota e habilidades para singrar no apocalipse 

Em Days Gone, a tua mota e as tuas habilidades são as tuas principais defesas. A tua companheira de duas rodas permite-te percorrer grandes distâncias sem dificuldade, sempre a abrir, em vários tipos de terreno, podendo também ser uma escapatória rápida numa situação de perigo. Entretanto, a experiência que ganhas ao fazer trabalhos pelo mundo pode ser usada para melhorar o teu conjunto de habilidades, tornando-te mais rijo para a viagem seguinte.

A tua mota

Tens uma quantidade limitada de combustível no depósito da mota. Não podes transportar mais, por isso, habitua-te a prestar atenção ao mostrador. O problema não é ficar sem gasolina, mas sim andar a pé. O transporte não utilizável pode ser uma sentença de morte: a tua mota é a única forma de escapar aos freakers e a outras ameaças.

Guia de sobrevivência: Procura bombas de gasolina (que são adicionadas ao mapa depois de descobertas) e jerricãs enquanto viajas. Larga o acelerador nas descidas, a gravidade faz o teu trabalho por ti. Assim que puderes, melhora o teu depósito de combustível num acampamento.

As tuas habilidades

Days Gone apresenta-te um mundo em que a tua estratégia deve sempre ser fluida. As armas de combate corpo a corpo partem-se, as munições esgotam-se e a furtividade de nada serve contra uma horda enfurecida. Por isso, é importante fazer melhorias e desenvolver as extensas árvores de habilidades do jogo para te tornares um sobrevivente mais forte e competente.

Guia de sobrevivência: Domina todos os teus talentos. Concentra-te em desbloquear as habilidades do nível base de cada um dos três ramos de melhorias. São habilidades essenciais para viajar pela floresta, permitindo-te reparar a tua arma de combate corpo a corpo, recarregar armas em movimento e aumentar o teu foco de combate. Não tens grande pontaria? Continua a melhorar a árvore Corpo a Corpo para tornar as reparações mais rápidas e aumentar a durabilidade das tuas armas. Preferes armas de fogo? Podes reduzir a oscilação das espingardas ou detetar inimigos com a visão de sobrevivência.