Tudo o que torna o Borderlands 3 maior, mais intenso e mais louco que o seu antecessor

 
 

1. Quatro novos Vault Hunters para dominar

O jogo retoma a história cinco anos após os eventos do Borderlands 2 e introduz quatro novos protagonistas. Os novos Hunters são sucessores dignos de Axton, Maya, Salvador e Zer0 e as suas habilidades foram afinadas para se complementarem no campo de batalha.

Classe: Siren

Amara

Depois de Maya, Amara é a nova Siren. Trata-se de uma lutadora capaz de esmagar os inimigos com a habilidade Phaseslam, congelá-los com o Phasegrasp ou usar o Phasecast para lançar uma mortífera projeção astral sua na direção do inimigo.

Classe: Gunner

Moze

Os fãs de Salvador poderão sentir-se mais atraídos pela especialista em armamento do Borderlands 3, embora Moze seja uma personagem muito própria. A sua habilidade de ação coloca-a no interior do Iron Bear – o seu mech pessoal – para provocar o caos.

Classe: Operative

Zane

Zane é um antigo conhecido de Zer0, do Borderlands 2, e é um assassino contratado que recorre a engenhocas para eliminar os seus alvos. Utiliza um drone para surpreender os teus rivais, ativa um escudo para defletir os disparos ou distrai o inimigo com a habilidade Digi-Clone. 

Classe: Beastmaster

FL4K

Esta é talvez a maior novidade por entre o novo elenco. FL4K é um robô errante que pode invocar uma das suas três fiéis “mascotes” para o ajudar no campo de batalha. E escusado será dizer que não se tratam certamente de criaturas fofinhas…

“Esforçámo-nos imenso por tornar as nossas personagens genuínas e irreverentes, para que nunca saibam o que esperar delas.”

- Paul Sage, diretor criativo

 
 

2. Vais ter um ódio de estimação pelos gémeos Calypso

Pergunta: como se supera Handsome Jack? O grande vilão do Borderlands 2 era um executivo desonesto e imoral que estava a implorar por levar uma coça. Mas a produtora Gearbox foi ainda mais longe e deu forma a uma dupla de antagonistas igualmente desprezível. Fica a conhecer os gémeos Calypso.

Troy e Tyreen são uma dupla de Sirens que comandam os Children of the Vault, uma seita de bandidos dementes dedicada à destruição. Parece tudo muito malévolo, certo? Mas o que os torna verdadeiramente odiosos é o facto de serem ambos influenciadores de redes sociais completamente arrogantes e egocêntricos. Confia em nós, vai dar-te um verdadeiro prazer estragar-lhes os planos.

 
 

3. O Borderlands 3 é o maior – e mais completo – jogo da série

Pela primeira vez num jogo da série Borderlands, entrarás a bordo da nave Sanctuary III e deixarás Pandora para trás em busca de espólios em novos e exóticos planetas.

Pandora

Pandora já não é o único foco do jogo, mas ainda passarás uma boa fatia da aventura no planeta desértico original do Borderlands.

Promethea

Um planeta urbano coberto de arranha-céus futuristas. Ah, e também é uma zona de guerra devido ao conflito contínuo entre a Atlas e a Maliwan.

Athenas

Um planeta tranquilo e montanhoso habitado por uma seita antiga conhecida como Order of the Impending Storm. 

Eden-6

Em contraste com Pandora, Eden-6 apresenta paisagens verdejantes e pantanosas. É o lar do clã Jakobs e de um grande número de criaturas esfomeadas.

Enquanto exploras o mundo de jogo irás deparar-te com novos “desafios de equipa” que te encarregarão de cumprir tarefas para vários NPCs, como recolher peças para construir uma alma gémea para Claptrap, destruir sinalizadores de transmissão para Moxxi ou encontrar partes de veículos para Ellie. O aborrecimento não será problema.

 
 

“Aquilo que nos cativa é a sensação de que existe sempre algo de inacreditável à nossa espera ao virar da próxima esquina.”

- Paul Sage, diretor criativo

 
 

4. Armas, armas e mais armas

Mais armas

O prato forte do Borderlands sempre foi a busca contínua por armas cada vez maiores e mais poderosas. No terceiro jogo, a Gearbox não vai deixar os créditos por mãos alheias e promete mais de mil milhões de possíveis peças de armamento – cerca de 50 vezes mais do que no Borderlands 2.

Armas mais estranhas

Para além de existirem mais armas, o poder de fogo ao teu dispor é mais louco do que nunca. Existem armas que disparam cheeseburgers, existem armas com pernas que correm atrás dos inimigos, existem armas que disparam em torno das esquinas... a lista continua.

Armas melhores

Muitas das armas de fogo do Borderlands 3 possuem agora um modo de fogo alternativo que pode ser ativado/desativado ao premires o botão de direção para baixo e que pode mudar o alcance, o tipo de munição e o dano da arma, entre outros aspetos. 

“Passámos muito tempo a certificarmo-nos de que todas as armas se apresentam à altura.”

- Paul Sage, diretor criativo

 
 

5. Nunca foi tão fácil jogar em formato cooperativo

O Borderlands 3 pode ser jogado a solo, mas é quando te juntas aos teus amigos para sessões cooperativas de caça aos espólios que o jogo brilha verdadeiramente. Eis como a Gearbox otimizou a experiência multijogador para este novo capítulo:

Sincronização de nível: A Gearbox incorporou um novo sistema que adapta a experiência a cada membro da equipa, permitindo assim que jogadores de níveis diferentes joguem em equipa sem problemas. Irás eliminar os inimigos como parte de uma equipa, mas as recompensas serão únicas para cada jogador.

Espólios privados: Quando um inimigo derrubado larga espólios no Borderlands 3, cada jogador receberá os seus próprios itens, evitando assim as corridas desenfreadas para ver quem consegue apanhar os melhores equipamentos (mas podes desativar esta opção se preferires manter um espírito mais competitivo).

Sistema de ping: Gostas de jogar em paz e silêncio? O Borderlands 3 tem um novo sistema de ping que permite aos jogadores comunicarem sem falar. Basta assinalar um inimigo ou um ponto de interesse e os outros jogadores serão alertados através de uma mensagem sonora do jogo.

 
 

6. Mais escolhas para os jogadores

A personalização dos avatares sempre foi um aspeto central da experiência Borderlands. Eis como a Gearbox levou esta funcionalidade ainda mais longe:

Habilidades de ação

Agora podes equipar-te com uma de três habilidades de ação a qualquer altura (com a exceção do Zane, que pode equipar-se com duas), o que dá acesso a um maior leque de opções em combate. Além disso, agora também podes personalizar as tuas habilidades de ação com melhoramentos.

Visual

Para além das opções de personalização cosméticas que já esperas encontrar para o teu Vault Hunter, agora também podes selecionar um gesto, uma animação de ressurgimento e um tema para o Echo.

Veículos

Enquanto que nos jogos anteriores não tinhas grande liberdade para afinar os conteúdos da tua garagem, agora podes modificar os teus veículos com várias opções de personalização desbloqueadas ao digitalizar bólides roubados nos quiosques Catch-A-Ride. 

 
 

7. Jogabilidade afinada

Para além das grandes novidades bem apetecíveis, o Borderlands 3 também apresenta um vasto leque de otimizações e afinamentos dedicados a fazer deste o episódio mais fluido e agradável de jogar de toda a série.

  • Movimento – Agora podes trepar beirais e deslizar pelo cenário.
  • Disparos – A sensação das armas foi afinada, com curvas de aceleração aperfeiçoadas ao apontar pelas miras.
  • Mais combates contra bosses – Podes contar com confrontos mais frequentes contra bosses de modo a tornar o ritmo de jogo mais variado.
  • Cenários destrutíveis – O Borderlands sempre foi um jogo sobre provocar o caos, e agora podes ir ainda mais longe com a destruição dos cenários. É algo fantástico a nível visual, mas também é importante no campo da jogabilidade porque permite-te destruir as coberturas dos inimigos.
  • Reanimação dos NPC – Quando és abatido enquanto lutas ao lado de um NPC, essa personagem irá agora reanimar-te, e tu também podes devolver o favor. Confia em nós, isto é bastante útil.
  • Pontuações dos espólios – Agora irás encontrar uma “pontuação” no canto superior esquerdo das caixas de estatísticas dos espólios, o que te permite decidir rapidamente se estás perante algo que te pode ser útil.

“A ideia inicial era basicamente pegar em todos os elementos que fizeram do Borderlands 1 e 2 jogos especiais e torná-los ainda melhores.”

- Paul Sage, diretor criativo

 
 

8. Ao serviço dos fãs

O Borderlands 3 está repleto de novas funcionalidades, novas personagens, novos mundos e novas armas, mas os Vault Hunters veteranos não vão deixar de sentir que regressaram a casa. O mundo do jogo está repleto de personagens NPC que regressam dos jogos anteriores, incluindo Ellie, Maya, Moxxi, Sir Hammerlock, Claptrap e muitas outras.

 

E os teus fabricantes de armas favoritos também estão de volta, incluindo a Hyperion, a Maliwan, a Torgue e a Tediore, e até a Atlas está de regresso do primeiro jogo.

A Gearbox assegurou-se de que o Borderlands 3 funciona como um bom ponto de entrada para os recém-chegados à série, mas se já cá andares há mais tempo vais encontrar muitas surpresas e ligações aos outros capítulos.

 
 

“Criámos a história com os novos e os antigos jogadores em mente.”

- Paul Sage, diretor criativo